CALENDÁRIO +Info...

Sábado, 1 de Maio de 2021

Domingo, 2 de Maio de 2021

Segunda-Feira, 3 de Maio de 2021

  • ITRM 2021 - 16ª Semana: Últ. dia

Segunda-Feira, 10 de Maio de 2021

  • ICC 2021 - Mai: Últ. dia
  • ICCOP 2021 - Mai: Últ. dia
  • ICIT 2021 - Mai: Últ. dia
  • ICS 2021 - Mai: Últ. dia
  • IMPI 2021 - Abr: Últ. dia
  • IPCAMP 2021 - Abr: Últ. dia
  • IPCOL 2021 - Abr: Últ. dia
  • IPEB 2021 - 2ª Previsão: Início
  • ITRM 2021 - 17ª Semana: Últ. dia
  • IVNE 2021 - Abr: Últ. dia

Sexta-Feira, 14 de Maio de 2021

Sábado, 15 de Maio de 2021

Segunda-Feira, 17 de Maio de 2021

  • ITRM 2021 - 18ª Semana: Últ. dia

Quinta-Feira, 20 de Maio de 2021

Sexta-Feira, 21 de Maio de 2021

  • IMGA 2021 - Abr: Últ. dia
  • IMLV 2021 - Abr: Últ. dia

Sábado, 22 de Maio de 2021

  • IMTM 2021 - Abr: Últ. dia

Segunda-Feira, 24 de Maio de 2021

  • IPEB 2021 - 2ª Previsão: Últ. dia
  • ITRM 2021 - 19ª Semana: Últ. dia

Terça-Feira, 25 de Maio de 2021

  • IMAAC 2021 - Abr: Últ. dia
  • IMVC 2021 - Abr: Últ. dia
  • IPPI 2021 - Mai: Últ. dia

Segunda-Feira, 31 de Maio de 2021

  • ITRM 2021 - 20ª Semana: Últ. dia

INFORMAÇÕES

16-03-2020

Atendimento WebInq - Devido ao COVID-19 estão previstas algumas limitações no serviço de atendimento do WebInq. Sugere-se que privilegie o contacto através do  email: webinq@ine.pt. Agradecemos a vossa compreensão, em particular nestas circunstâncias atípicas e bastante incertas.

13-03-2020

Atenção - Dadas as circunstâncias atuais da COVID-19, o INE decidiu suspender as entrevistas presenciais de alguns inquéritos devido ao risco para os inquiridos e entrevistadores. Manterá a inquirição por via telefónica ou via internet (quando aplicável), para os quais apela à boa colaboração dos inquiridos.
 

EM DESTAQUE

2030
INE - Informar, Saber, Decidir
  • <
  • 1 de 30
  • >
Imagem sobre Acompanhamento do impacto social e económico da pandemia - 58.º reporte semanal 10-05-2021

Acompanhamento do impacto social e económico da pandemia - 58.º reporte semanal

O INE disponibiliza o reporte semanal para acompanhamento do impacto social e económico da pandemia COVID-19.
O presente reporte versa sobre os destaques relativos a:
- Estatísticas de Preços da Habitação ao nível local – 4.º Trimestre de 2020, publicado a 05 de maio;
- Índice de Custos de Construção de Habitação Nova – Março de 2021, publicado a 07 de maio.
Para maior detalhe, consulte os links, para informação relacionada, disponíveis ao longo do destaque.

SABER +
Imagem sobre Volume de Negócios na Indústria cresceu 15,9% 10-05-2021

Volume de Negócios na Indústria cresceu 15,9%

O Índice de Volume de Negócios na Indústria registou um aumento homólogo nominal de 15,9% em março (-3,4% no mês precedente). Os índices relativos ao mercado nacional e ao mercado externo passaram de reduções de 4,0% e 2,5% em fevereiro, respetivamente, para aumentos de 11,2% e 22,9% em março. Os fortes aumentos observados refletem parcialmente a comparação como um mês, março de 2020, já significativamente afetado pela pandemia COVID-19. No 1.º trimestre de 2021, as vendas na indústria apresentaram uma variação homóloga de 0,8% (-6,1% no trimestre anterior).

O emprego registou uma diminuição de 1,9% (-2,6% em fevereiro), enquanto as remunerações e as horas trabalhadas apresentaram variações de 1,3% e 1,5% (0,9% e -11,5% no mês anterior, pela mesma ordem).

Apesar das circunstâncias determinadas pela pandemia COVID-19, o INE apela à melhor colaboração das empresas, das famílias e das entidades públicas na resposta às solicitações do INE. A qualidade das estatísticas oficiais, particularmente a sua capacidade para identificar os impactos da pandemia COVID-19, depende crucialmente dessa colaboração, que o INE antecipadamente agradece.

SABER +
Imagem sobre Exportações e importações aumentaram 28,8% e 12,2%, em termos nominais, refletindo parcialmente a comparação com um mês já afetado pela pandemia 10-05-2021

Exportações e importações aumentaram 28,8% e 12,2%, em termos nominais, refletindo parcialmente a comparação com um mês já afetado pela pandemia

Em março de 2021, as exportações e as importações de bens registaram variações homólogas nominais de +28,8% e +12,2%, respetivamente (+2,6% e -10,4%, pela mesma ordem, em fevereiro de 2021). Destacaram-se os acréscimos nas exportações de Material de transporte (+61,0%) e nas importações de Fornecimentos industriais (+15,1%) e de Máquinas e outros bens de capital (+27,3%). Note-se que estas variações homólogas, em março, incidem sobre o primeiro mês de 2020 em que o impacto da pandemia COVID-19 já foi sentido significativamente. 

Excluindo Combustíveis e lubrificantes, as exportações e as importações aumentaram 27,9% e 15,0%, respetivamente (+2,1% e -9,8%, pela mesma ordem, em fevereiro de 2021). 

O défice da balança comercial de bens diminuiu 555 milhões de euros face ao mês homólogo de 2020 (diminuição de 622 milhões de euros em relação a março de 2019), atingindo 1 002 milhões de euros em março de 2021. Excluindo Combustíveis e lubrificantes, o défice diminuiu 385 milhões de euros (diminuição de 443 milhões de euros face a março de 2019), atingindo 743 milhões de euros.

No 1º trimestre de 2021, as exportações de bens aumentaram 6,2% e as importações diminuíram 5,3% face ao 1º trimestre de 2020 (-4,9% e -11,0%, pela mesma ordem, no trimestre terminado em fevereiro de 2021). Comparando com o 1º trimestre de 2019, as exportações aumentaram 3,0% e as importações diminuíram 8,4%.

Estes resultados, refletindo a inclusão de nova informação, reveem em alta as taxas de variação homóloga das exportações e importações do 1º trimestre de 2021 (+0,2 p.p. e +0,4 p.p., respetivamente) apresentadas na estimativa rápida trimestral.

Apesar das circunstâncias determinadas pela pandemia COVID-19, o INE apela à melhor colaboração das empresas, das famílias e das entidades públicas na resposta às solicitações do INE. A qualidade das estatísticas oficiais, particularmente a sua capacidade para identificar os impactos da pandemia COVID-19, depende crucialmente dessa colaboração que o INE antecipadamente agradece.

SABER +
Imagem sobre Acompanhamento do impacto social e económico da pandemia - 57.º reporte semanal 07-05-2021

Acompanhamento do impacto social e económico da pandemia - 57.º reporte semanal

O INE disponibiliza o reporte semanal para acompanhamento do impacto social e económico da pandemia COVID-19.
O presente reporte versa sobre os destaques relativos a:
- Inquérito à Avaliação Bancária na Habitação – março de 2021, publicado a 26 de abril;
- Estatísticas Vitais – 2020, publicado a 27 de abril;
- Estatísticas do Comércio Internacional - Estimativa Rápida – 1.º Trimestre de 2021, publicado a 28 de abril;
- Procura Turística dos Residentes – 4.º Trimestre de 2020, publicado a 28 de abril;
- Inquéritos de Conjuntura às Empresas e aos Consumidores – abril de 2021, publicado a 29 de abril;
- Estimativas Mensais de Emprego e Desemprego – março de 2021, publicado a 29 de abril;
- Índice de Volume de Negócios, Emprego, Remunerações e Horas Trabalhadas no Comércio a Retalho – março de 2021, publicado a 29 de abril;
- Contas Nacionais Trimestrais - Estimativa Rápida – 1.º Trimestre de 2021, publicado a 30 de abril;
- Estimativa Rápida do IPC/IHPC – abril de 2021, publicado a 30 de abril;
- Atividade Turística - Estimativa Rápida – março de 2021, publicado a 30 de abril;
- Índices de Produção Industrial – março de 2021, publicado a 30 de abril;
- Óbitos por semana - Dados preliminares 2021 – Semanas 14 a 15, publicado a 30 de abril.
Para maior detalhe, consulte os links, para informação relacionada, disponíveis ao longo do destaque.

SABER +
Imagem sobre Custos de construção aumentam 5,1% em termos homólogos 07-05-2021

Custos de construção aumentam 5,1% em termos homólogos

Em março, estima-se que os custos de construção de habitação nova tenham aumentado 5,1%, mais 2,8 pontos percentuais (p.p.) face ao observado no mês anterior. O preço dos materiais e o custo da mão de obra apresentaram, respetivamente, variações de 3,3% e de 7,6% face ao período homólogo.

Apesar das circunstâncias determinadas pela pandemia COVID-19, o INE apela à melhor colaboração das empresas, das famílias e das entidades públicas na resposta às solicitações do INE. A qualidade das estatísticas oficiais, particularmente a sua capacidade para identificar os impactos da pandemia COVID-19, depende crucialmente dessa colaboração que o INE antecipadamente agradece.

SABER +
Imagem sobre Porto registou maior crescimento homólogo entre os municípios mais populosos 05-05-2021

Porto registou maior crescimento homólogo entre os municípios mais populosos

No 4º trimestre de 2020 (últimos 3 meses), o preço mediano de alojamentos familiares em Portugal foi 1 188 €/m2, representando uma taxa de variação homóloga de +7,8%. Em 12 NUTS III houve uma aceleração dos preços da habitação superior à verificada no país (+0,2 pontos percentuais), incluindo o Algarve (+2,4 p.p.) e a Área Metropolitana do Porto (+1,0 p.p.). Ainda assim, em treze sub-regiões houve uma desaceleração dos preços, nomeadamente, na Região Autónoma da Madeira (-8,5 p.p.) e na Área Metropolitana de Lisboa (-1,0 p.p.).
Tendo como referência os 24 municípios com mais de 100 mil habitantes, o Porto registou a maior taxa de variação homóloga (+21,2%), no 4º trimestre de 2020 (últimos 3 meses).
Na caixa 1 (página 11), a relação entre os valores da avaliação realizada pelos bancos para o crédito à habitação e os preços de habitação sugere menores valores relativos da avaliação nos municípios com preços medianos superiores a 960 €/m2.

SABER +
Imagem sobre Acompanhamento do impacto social e económico da pandemia - 56.º reporte semanal 04-05-2021

Acompanhamento do impacto social e económico da pandemia - 56.º reporte semanal

O INE disponibiliza o reporte semanal para acompanhamento do impacto social e económico da pandemia COVID-19.

O presente reporte versa sobre os destaques relativos a:

- Atividade dos Transportes - Estatísticas rápidas do transporte aéreo – fevereiro de 2021, publicado a 19 de abril;

- Taxas de Juro Implícitas no Crédito à Habitação – março de 2021, publicado a 19 de abril;

- Índices de Preços na Produção Industrial – março de 2021, publicado a 19 de abril;

- Síntese Económica de Conjuntura – março de 2021, publicado a 20 de abril;

- Indicadores de contexto para a pandemia COVID-19 em Portugal, publicado a 23 de abril.

Para maior detalhe, consulte os links, para informação relacionada, disponíveis ao longo do destaque.

SABER +
Imagem sobre Mais de 80% dos alojamentos já respondeu aos Censos 2021, representando mais de 9 milhões de pessoas recenseadas 03-05-2021

Mais de 80% dos alojamentos já respondeu aos Censos 2021, representando mais de 9 milhões de pessoas recenseadas

Decorrida a primeira fase da recolha dos Censos 2021, com resposta preferencialmente até ao dia 3 de maio e pela internet, 82% dos alojamentos que receberam a carta do INE com os códigos respondeu aos Censos 2021.

A fase de resposta aos Censos 2021 teve início dia 19 de Abril e durante as duas primeiras semanas da recolha registaram-se cerca de 3,7 milhões de respostas, representando mais de 9 milhões de pessoas recenseadas.

SABER +
Imagem sobre Acompanhamento do impacto social e económico da pandemia - 55.º reporte semanal 03-05-2021

Acompanhamento do impacto social e económico da pandemia - 55.º reporte semanal

O INE disponibiliza o reporte semanal para acompanhamento do impacto social e económico da pandemia COVID-19.
O presente reporte versa sobre os destaques relativos a:
- Indices de Volume de Negócios, Emprego, Remunerações e Horas Trabalhadas nos Serviços – fevereiro de 2021, publicado a 12 de abril;
- Índices de Produção, Emprego, Remunerações na Construção – fevereiro de 2021, publicado a 13 de abril;
- Índice de Preços no Consumidor – março de 2021, publicado a 13 de abril;
- Atividade Turística – fevereiro de 2021, publicado a 14 de abril;
- Óbitos por semana - Dados preliminares 2021 – Semanas 12 a 13, publicado a 16 de abril.
Para maior detalhe, consulte os links, para informação relacionada, disponíveis ao longo do destaque.

SABER +
Imagem sobre Produção Industrial registou uma variação homóloga de 5,0% 30-04-2021

Produção Industrial registou uma variação homóloga de 5,0%

O Índice de Produção Industrial apresentou uma variação homóloga de 5,0%, em março (-2,8% em fevereiro). A taxa de variação da secção das Indústrias Transformadoras situou-se em 4,7% (-6,4% no mês anterior). No primeiro trimestre de 2021, o índice agregado diminuiu 1,5% face ao trimestre homólogo (no trimestre anterior, esta variação tinha sido -2,1%).

Apesar das circunstâncias determinadas pela pandemia COVID-19, o INE apela à melhor colaboração das empresas, das famílias e das entidades públicas na resposta às solicitações do INE. A qualidade das estatísticas oficiais, particularmente a sua capacidade para identificar os impactos da pandemia COVID-19, depende crucialmente dessa colaboração que o INE antecipadamente agradece.

SABER +
Imagem sobre Atividade turística com uma variação homóloga muito negativa mas menos acentuada, refletindo a comparação com um mês já afetado pela pandemia 30-04-2021

Atividade turística com uma variação homóloga muito negativa mas menos acentuada, refletindo a comparação com um mês já afetado pela pandemia

O setor do alojamento turístico registou 283,7 mil hóspedes e 636,1 mil dormidas em março de 2021, correspondendo a variações de -59,0% e -66,5%, respetivamente (-87,1% e -87,8% em fevereiro, pela mesma ordem). As dormidas de residentes diminuíram 20,2% (-74,9% em fevereiro) e as de não residentes recuaram 86,2% (-94,5% no mês anterior). Note-se, porém, que estas variações homólogas, em março, incidem sobre o primeiro mês de 2020 em que o impacto da pandemia COVID-19 já foi sentido significativamente.
No primeiro trimestre do ano, verificou-se uma diminuição de 80,0% das dormidas totais, resultante de variações de -59,3% nos residentes e de -90,0% nos não residentes.
Em março, 58,5% dos estabelecimentos de alojamento turístico estiveram encerrados ou não registaram movimento de hóspedes (63,9% em fevereiro).

Apesar das circunstâncias determinadas pela pandemia COVID-19, o INE apela à melhor colaboração das empresas, das famílias e das entidades públicas na resposta às solicitações do INE. A qualidade das estatísticas oficiais, particularmente a sua capacidade para identificar os impactos da pandemia COVID-19, depende crucialmente dessa colaboração que o INE antecipadamente agradece.

SABER +
Imagem sobre Número de óbitos entre 5 e 18 de abril continuou a manter-se abaixo da média de 2015-2019 30-04-2021

Número de óbitos entre 5 e 18 de abril continuou a manter-se abaixo da média de 2015-2019

No período de 5 a 18 de abril (14ª e 15ª semanas de 2021) registaram-se, respetivamente, 1 992 e 1 948 óbitos, menos 203 e menos 170 óbitos que a média de 2015-2019. O número de óbitos por COVID-19 foi nessas duas semanas de 33 e de 28, representando, respetivamente, 1,7% e 1,4% do total de óbitos.
Dos 3 940 óbitos entre 5 e 18 de abril, 68,8% corresponderam a pessoas com idades iguais ou superiores a 75 anos. Comparativamente com a média de 2015-2019, o número de óbitos reduziu-se em todos os grupos etários, com exceção do grupo etário 65 a 69 anos (+12,2%).
As regiões Norte, Centro e Área Metropolitana de Lisboa concentraram 81,2% dos óbitos. Em termos de número de óbitos por 100 mil habitantes, as regiões Área Metropolitana de Lisboa (32,9), Norte (34,9) e Região Autónoma dos Açores (36,3) apresentaram, nestas duas semanas, valores inferiores ao nacional (38,2).
Neste período, 62,6% dos óbitos ocorreram em estabelecimento hospitalar.

SABER +
Imagem sobre Produto Interno Bruto em volume registou uma variação de -5,4% em termos homólogos e de -3,3% em cadeia 30-04-2021

Produto Interno Bruto em volume registou uma variação de -5,4% em termos homólogos e de -3,3% em cadeia

O Produto Interno Bruto (PIB), em termos reais, registou uma variação homóloga de -5,4% no 1º trimestre de 2021 (-6,1% no trimestre anterior), refletindo os efeitos do confinamento geral decretado no início deste ano devido ao agravamento da pandemia COVID-19.
Note-se que a evolução em termos homólogos é influenciada por um efeito base, visto que, pela primeira vez, a comparação incide sobre um trimestre já afetado pela pandemia no último mês (março de 2020). O contributo da procura interna para a variação homóloga do PIB foi mais negativo no 1º trimestre de 2021 que o observado no trimestre anterior, refletindo, em larga medida, uma redução mais acentuada do consumo privado. A procura externa líquida apresentou um contributo menos negativo que no 4º trimestre continuando, porém, a verificar-se uma contração mais intensa das Exportações de Bens e Serviços que a observada nas Importações de Bens e Serviços, salientando-se em particular a redução muito significativa do turismo de não residentes.
Comparativamente com o 4º trimestre de 2020, o PIB diminuiu 3,3% em volume, após o ligeiro aumento (0,2%) verificado no trimestre anterior, refletindo o impacto das limitações à mobilidade em consequência do agravamento da crise pandémica no início do trimestre. Os contributos da procura interna e da procura externa líquida para a variação em cadeia do PIB foram ambos negativos, sendo particularmente intenso no primeiro caso.

SABER +
Imagem sobre Taxa de variação homóloga do IPC deverá manter-se em 0,5% 30-04-2021

Taxa de variação homóloga do IPC deverá manter-se em 0,5%

Tendo por base a informação já apurada, a taxa de variação homóloga do Índice de Preços no Consumidor (IPC) terá sido 0,5% em abril de 2021, valor idêntico ao registado em março. O indicador de inflação subjacente (índice total excluindo produtos alimentares não transformados e energéticos) também se terá mantido, registando uma variação homóloga de 0,1% em abril. A taxa de variação homóloga do índice relativo aos produtos energéticos terá sido 8,1%, (2,4% no mês anterior) enquanto o índice referente aos produtos alimentares não transformados terá apresentado uma variação de -1,1% (1,3% em março). Esta redução reflete essencialmente um efeito de base associado ao forte aumento dos preços dos produtos alimentares não transformados verificado em abril de 2020.
Relativamente ao mês anterior o IPC terá tido uma variação de 0,4% (em março, a variação mensal foi 1,4% e em abril de 2020 tinha sido 0,3%).
Estima-se uma variação média nos últimos doze meses de 0,1% (nula no mês anterior). 
O Índice Harmonizado de Preços no Consumidor (IHPC) português terá registado uma variação homóloga de -0,1% (0,1% no mês anterior).
Os dados definitivos referentes ao IPC do mês de abril serão publicados no próximo dia 12 de maio.

Apesar das circunstâncias determinadas pela pandemia COVID-19, o INE apela à melhor colaboração das empresas, das famílias e das entidades públicas na resposta às suas solicitações. A qualidade das estatísticas oficiais, particularmente a sua capacidade para identificar os impactos da pandemia COVID-19, depende crucialmente dessa colaboração que o INE antecipadamente agradece.

SABER +
Imagem sobre Índice de volume negócios do comércio a retalho praticamente ao nível de há um ano atrás 29-04-2021

Índice de volume negócios do comércio a retalho praticamente ao nível de há um ano atrás

O Índice de Volume de Negócios no Comércio a Retalho passou de uma variação homóloga de -14,3% em fevereiro para -0,1% em março, refletindo a forte recuperação dos Produtos não alimentares.
Os índices de emprego, remunerações e horas trabalhadas apresentaram taxas de variação homóloga de -5,0%, -4,9% e -8,5%, respetivamente (variações de -5,7%, -5,0% e -21,5% em fevereiro, pela mesma ordem).
No primeiro trimestre de 2021, as vendas no comércio a retalho decresceram 8,4% em termos homólogos (-2,0% no quarto trimestre de 2020).

Apesar das circunstâncias determinadas pela pandemia COVID-19, o INE apela à melhor colaboração das empresas, das famílias e das entidades públicas na resposta às solicitações do INE. A qualidade das estatísticas oficiais, particularmente a sua capacidade para identificar os impactos da pandemia COVID-19, depende crucialmente dessa colaboração, que o INE antecipadamente agradece.

SABER +
Imagem sobre A taxa de desemprego situou-se em 6,8% e a taxa de subutilização em 13,8% 29-04-2021

A taxa de desemprego situou-se em 6,8% e a taxa de subutilização em 13,8%

Fevereiro de 2021:

• A população empregada aumentou 0,4% relativamente ao mês anterior e diminuiu 0,4% em relação a três meses antes e 1,4% quando comparada com o mesmo mês de 2020.

• A população desempregada diminuiu 0,7% em relação a janeiro de 2021 e 6,1% relativamente a novembro de 2020, tendo aumentado 3,5% por comparação com fevereiro de 2020.

• A taxa de desemprego (conceito da Organização Internacional do Trabalho, OIT) situou-se em 6,8%, menos 0,1 pontos percentuais (p.p.) em relação ao mês anterior, menos 0,4 p.p. em relação a três meses antes e mais 0,3 p.p. que um ano antes.

• A taxa subutilização de trabalho situou-se em 13,8%, o mesmo valor do mês anterior, menos 0,2 p.p. que três meses antes e mais 1,1 p.p. que um ano antes.

Março de 2021:

• A população empregada aumentou 0,3% em relação ao mês anterior e 0,1% em relação a três meses antes, tendo diminuído 0,6% relativamente ao mesmo mês de 2020.

• A população desempregada diminuiu 4,2% em relação a fevereiro de 2021 e 5,2% relativamente a três meses antes (dezembro de 2020), tendo aumentado 3,7% por comparação com março de 2020.

• A taxa de desemprego situou-se em 6,5%, menos 0,3 p.p. que no mês precedente, menos 0,4 p.p. que três meses antes e mais 0,2 p.p. que no mês homólogo de 2020.

• A taxa subutilização de trabalho situou-se em 13,3%, valor inferior em 0,5 p.p. ao do mês anterior, inferior em 0,4 p.p. ao de dezembro de 2020 e superior em 0,6 p.p. ao do março desse ano.

Evolução do mercado de trabalho no contexto da pandemia COVID-19 (análise na página 5):

• Comparando o ano de pandemia COVID-19 com o que o precedeu, observa-se que a população empregada diminuiu 2,1%, enquanto a população desempregada, a subutilização do trabalho e a população inativa aumentaram (6,7%, 12,4% e 3,0%, respetivamente).

• A taxa de desemprego aumentou 0,6 p.p. e a taxa de subutilização do trabalho aumentou 1,6 p.p..

SABER +
Imagem sobre Indicadores de confiança dos Consumidores e de clima económico aumentam significativamente 29-04-2021

Indicadores de confiança dos Consumidores e de clima económico aumentam significativamente


Em abril, o indicador de confiança dos Consumidores aumentou significativamente, à semelhança do mês anterior, aproximando-se do nível observado em março de 2020.
O indicador de clima económico aumentou de forma expressiva em março e abril, superando ligeiramente o nível observado no início da pandemia (março de 2020). Em abril, os indicadores de confiança aumentaram na Indústria Transformadora, na Construção e Obras Públicas, no Comércio e nos Serviços.
A melhoria dos indicadores de confiança e de clima em março e abril ocorreu num contexto de abrandamento significativo dos efeitos sobre a saúde pública da pandemia COVID-19 face ao observado nos meses anteriores.

SABER +
Imagem sobre Acompanhamento do impacto social e económico da pandemia - 54.º reporte semanal 28-04-2021

Acompanhamento do impacto social e económico da pandemia - 54.º reporte semanal

O INE disponibiliza o reporte semanal para acompanhamento do impacto social e económico da pandemia COVID-19.
O presente reporte versa sobre os destaques relativos a:
- Estimativas Mensais de Emprego e Desemprego – fevereiro de 2021, publicado a 5 de abril;
- Índice de Custos de Construção de Habitação Nova – fevereiro de 2021, publicado a 7 de abril;
- Estatísticas do Comércio Internacional – fevereiro de 2021, publicado a 9 de abril;
- Índice de Volume de Negócios, Emprego, Remunerações e Horas Trabalhadas na Indústria – fevereiro de 2021, publicado a 9 de abril;
- Indicadores de contexto para a pandemia COVID-19 em Portugal, publicado a 9 de abril.
Para maior detalhe, consulte os links, para informação relacionada, disponíveis ao longo do destaque.

SABER +
Imagem sobre As exportações aumentaram 6,0% e as importações diminuíram 5,7% no 1º trimestre, em termos nominais 28-04-2021

As exportações aumentaram 6,0% e as importações diminuíram 5,7% no 1º trimestre, em termos nominais

No 1º trimestre de 2021, de acordo com a estimativa rápida do Comércio Internacional de bens, as exportações de bens aumentaram 6,0% e as importações diminuíram 5,7%, relativamente ao período homólogo.
No 4º trimestre de 2020 as taxas de variação homóloga tinham sido, respetivamente, -3,2% e -9,9%.

SABER +
Imagem sobre Viagens turísticas de residentes diminuíram 57,4% no 4º trimestre e 41,1% no total de 2020 28-04-2021

Viagens turísticas de residentes diminuíram 57,4% no 4º trimestre e 41,1% no total de 2020

No conjunto do ano de 2020 as viagens realizadas pelos residentes decresceram 41,1% e atingiram um total de 14,4 milhões (+10,8% em 2019). As viagens nacionais diminuíram 35,7% e as viagens ao estrangeiro decresceram 78,1% (+9,0% e +24,7%, respetivamente, em 2019). O alojamento particular gratuito ganhou expressão como principal meio de alojamento utilizado (69,2%, +8,0 p.p. face a 2019) e o número médio de noites por turista nas viagens efetuadas aumentou 23,2% (de 5,45 noites em 2019 para 6,72 noites em 2020).
No 4º trimestre de 2020, os residentes em Portugal realizaram 2,3 milhões de viagens, o que correspondeu a um decréscimo de 57,4% (-26,7% no 3ºT 2020). As viagens em território nacional concentraram 97,4% das deslocações (2,3 milhões), revelando um decréscimo de 53,2%. As viagens com destino ao estrangeiro diminuíram 90,3%, totalizando 61,6 mil, correspondendo a 2,6% no total (2,5% no 3ºT 2020).

Apesar das circunstâncias determinadas pela pandemia COVID-19, o INE apela à melhor colaboração das empresas, das famílias e das entidades públicas na resposta às solicitações do INE. A qualidade das estatísticas oficiais, particularmente a sua capacidade para identificar os impactos da pandemia COVID-19, depende crucialmente dessa colaboração que o INE antecipadamente agradece.

SABER +
Imagem sobre Boletim Mensal de Estatística - Março de 2021 22-04-2021

Boletim Mensal de Estatística - Março de 2021

O Boletim Mensal de Estatística contém os principais dados estatísticos mensais e trimestrais organizados nos seguintes capítulos: Contas Nacionais Trimestrais; População e Condições Sociais; Agricultura, Produção Animal e Pesca; Indústria e Construção; Comércio Interno e Internacional; Serviços; Finanças e Empresas; Comparações Internacionais.

SABER +
Imagem sobre Boletim Mensal da Agricultura e Pescas - Abril de 2021 22-04-2021

Boletim Mensal da Agricultura e Pescas - Abril de 2021

O Boletim Mensal da Agricultura e Pescas divulga um conjunto de informação conjuntural relativa ao sector primário. A estrutura desta publicação proporciona, através de dados, gráficos e tabela disponibilizados, uma oportunidade de acompanhar estas temáticas e analisar a evolução através das séries cronológicas apresentadas. A análise qualitativa é acompanhada por alguns elementos gráficos.

SABER +
Imagem sobre Estatísticas da Saúde - 2019 06-04-2021

Estatísticas da Saúde - 2019

A presente publicação apresenta os dados estatísticos sobre saúde relativos a Portugal e principalmente ao ano de 2019, abrangendo dez subtemas, em geral com desagregação geográfica ao nível III da NUTS: estado de saúde, hospitais, farmácias e medicamentos, pessoal de saúde inscrito, partos, mortalidade geral, mortalidade infantil, mortalidade neonatal, mortalidade fetal e Conta Satélite da Saúde. 

Inclui ainda uma breve descrição das operações estatísticas que estão na origem dos dados publicados, bem como dos conceitos e classificações utilizados.

SABER +
Imagem sobre Desporto em Números - 2020 05-04-2021

Desporto em Números - 2020

O Instituto Nacional de Estatística divulga a primeira edição da publicação Desporto em Números – 2020, que disponibiliza informação em oito domínios: ensino; emprego; empresas do sector desportivo; comércio internacional de bens; preços no consumidor dos bens e serviços; financiamento público das atividades desportivas; participação desportiva e desporto federado, percorrendo um conjunto de indicadores-síntese relativos à dimensão social e económica do sector desportivo. Nesta publicação encontram-se resultados obtidos a partir de diversas fontes, seja de operações estatísticas do INE ou de fontes administrativas. A informação reporta aos anos de 2015 a 2020, quando disponível.

Disponível, também, a edição interativa

SABER +
Imagem sobre Península Ibérica em Números - 2020 01-04-2021

Península Ibérica em Números - 2020

Os Institutos Nacionais de Estatística de Portugal e de Espanha publicam, conjuntamente, a 17.ª edição de Península Ibérica em Números | Península Ibérica en Cifras. A publicação contém indicadores estatísticos oficiais agrupados em 14 temas, que permitem comparar estes dois países e observar a posição de cada um no contexto da União Europeia. Em múltiplos casos, a informação é apresentada com detalhe a nível regional.
Esta publicação é apresentada em edição trilingue (português, espanhol e inglês) e inclui textos relativos a uma parte significativa dos seus quadros, gráficos e mapas.

Disponível, também, a edição interativa

SABER +
Imagem sobre Recenseamento Agrícola - 2019 31-03-2021

Recenseamento Agrícola - 2019

O Recenseamento Agrícola - 2019 é uma operação estatística de grande dimensão realizada pelo Instituto Nacional de Estatística com carácter obrigatório face ao Regulamento (UE) 2018/1091 do Parlamento Europeu e do Conselho.

A publicação Recenseamento Agrícola - 2019 está organizada em oito capítulos que abordam os seguintes temas: Estrutura das explorações agrícolas; Utilização das terras; Rega; Efetivos animais; Máquinas agrícolas; Mão de obra agrícola e caracterização do produtor singular e dirigente das sociedades agrícolas; Agricultura Biológica; A agricultura portuguesa no contexto europeu.

O objetivo primordial é a análise dos principais resultados confrontando-os, sempre que pertinente, com operações censitárias anteriores, em particular o Recenseamento Agrícola - 2009 e/ou com resultados regionais. Pretende-se, desta forma, proporcionar aos utilizadores uma visão das principais evoluções ocorridas nas explorações agrícolas na última década bem como dar a conhecer algumas particularidades e especificidades da agricultura nacional.

SABER +
Imagem sobre REVSTAT - Statistical Journal - Janeiro de 2021 30-03-2021

REVSTAT - Statistical Journal - Janeiro de 2021

Publicação de artigos de relevante conteúdo científico, abrangendo todos os ramos da Probabilidade e da Estatística, e que oferece um contributo efetivo para o esclarecimento e a divulgação de métodos estatísticos inovadores fundamentados em problemas reais.

SABER +
Imagem sobre Empresas em Portugal - 2019 29-03-2021

Empresas em Portugal - 2019

Com a publicação Empresas em Portugal - 2019, o Instituto Nacional de Estatística atualiza os principais indicadores estatísticos caracterizadores da estrutura e evolução do setor empresarial português, para o ano de 2019, obtidos a partir do Sistema de Contas Integradas das Empresas (SCIE). Ainda nesta edição, o INE atualiza informação sobre grupos de empresas, integrando várias fontes de dados estatísticos.

Na conjuntura atual, o ano de referência desta publicação poderá parecer ainda mais desfasado face ao presente que o habitual, na medida em que o impacto da pandemia COVID-19 alterou brusca e profundamente o ambiente económico e social da atividade das empresas. Recorde-se, porém, que o SCIE é fundamentalmente alimentado por duas fontes administrativas:

i) a Informação Empresarial Simplificada em que as sociedades apresentam os seus resultados simultaneamente ao INE, Banco de Portugal, Ministério das Finanças e Ministério da Justiça; e

ii) as declarações fiscais das empresas individuais.

O apuramento dos dados é efetuado tendo por base o Regulamento (CE) n.º 295/2008, de 11 de março, relativo às estatísticas estruturais das empresas. Esta informação, agora divulgada, corresponde à enviada por Portugal ao Eurostat, no âmbito das suas obrigações legais.

Os quadros de resultados são disponibilizados separadamente da publicação, em ficheiros .xlsx. Estes integram os indicadores demográficos, económicos e patrimoniais do total de empresas e das empresas não financeiras em Portugal:

1) Indicadores demográficos das empresas em Portugal, 2008-2019;

2) Indicadores económicos e patrimoniais das empresas em Portugal, 2008-2019;

3) Indicadores demográficos das empresas não financeiras em Portugal, 2008-2019;

4) Indicadores económicos e patrimoniais das empresas não financeiras em Portugal, 2008-2019.

SABER +
Imagem sobre Boletim Mensal de Estatística - Fevereiro de 2021 19-03-2021

Boletim Mensal de Estatística - Fevereiro de 2021

O Boletim Mensal de Estatística contém os principais dados estatísticos mensais e trimestrais organizados nos seguintes capítulos: Contas Nacionais Trimestrais; População e Condições Sociais; Agricultura, Produção Animal e Pesca; Indústria e Construção; Comércio Interno e Internacional; Serviços; Finanças e Empresas; Comparações Internacionais.

SABER +
Imagem sobre Boletim Mensal da Agricultura e Pescas - Março de 2021 19-03-2021

Boletim Mensal da Agricultura e Pescas - Março de 2021

O Boletim Mensal da Agricultura e Pescas divulga um conjunto de informação conjuntural relativa ao sector primário. A estrutura desta publicação proporciona, através de dados, gráficos e tabela disponibilizados, uma oportunidade de acompanhar estas temáticas e analisar a evolução através das séries cronológicas apresentadas. A análise qualitativa é acompanhada por alguns elementos gráficos.

SABER +
#